quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Adoção especial




Um gato branco foi abandonado na rua VISCONDE DE FIGUEIREDO - TIJUCA ainda "jovem", menos de um ano de idade, em um terreno vazio. Descobrimos o "Branco" quando apareceu no portão de ferro que fecha o referido terreno. Observamos sua presença na parte de baixo do portão. Começamos a alimentá-lo colocando a comida por este espaço existente na parte de baixo do portão. Por algum tempo ele permaneceu dentro deste terreno e era fornecido a ele tanto comida como água. Após algum tempo, foi crescendo e tornou-se um gato forte e grande. Um gato manso e dócil. Tentamos resgatá-lo quando começou a sair do terreno porém, falhamos e ele retornou ao terreno evitando de se expor pois, percebeu que queríamos retirá-lo de sua casa. Depois de superado o trauma, começou a sair e passado mais um tempo, foi visitar um outro terreno vazio, localizado também na rua Visconde de Figueiredo - Tijuca só que em frente ao número 105. Neste terreno tivemos um caso de um gato macho com resultado positivo para FIV. O Branco teve contato com alguns animais deste terreno. Quando surgiu uma pessoa interessada em adotar o Branco, tentamos e tivemos sucesso em resgatá-lo. Foi levado para um clínica veterinária onde foi realizada um avaliação geral de seu estado de saúde. Exames foram feitos e nada foi constatado. Sugeri o exame de FeLV/FIV em função do histórico de um gato positivo para FIV. O resultado do exame do Branco foi positivo para FIV e negativo para FeLV. Atualmente encontra-se em bom estado de saúde. Sua idade é de aproximadamente 03 anos. Uma criadora de gatos que esteve na clínica afirmou que ele é um gato da raça ANGORÁ TURCO. No entanto, após o resultado positivo para FIV, as pessoas interessadas em adotá-lo desistiram. Estamos procurando alguém que possa adotá-lo consciente de que é portador do vírus da FIV. É um gato muito meigo e no momento encontra-se muito bem de saúde e está vacinado e vermífugado. Para maiores esclarecimentos, por favor, ligar para MARCOS OU ANA - telefones: 2264-8329/2503-6354/9396-4166 ou para ALEXANDRE OU CRISTINA - telefones: 2264-4704 - 3509-6358 - 3509-6324 - 9643-6954.

Um comentário:

cass disse...

FIV não é nenhum "fim do mundo". Gatos com essa doença, se forem bem tratados, podem viver tanto quanto qualquer gato. Conheço um com 12 anos. Tb já resgatei uma gatinha FIV+ e hj ela mora com outros gatinhos "normais", pq o vírus não é transmitido facilmente, apenas por mordidas profundas, durante uma briga (geralmente isso acontece entre machos não castrados que brigam por território). Não tenham medo de adotar o gatinho. Se informem! ;}